Funcionário terceirizado da Embasa morre após ser baleado com tiro nas costas em Salvador; família acusa PM

  • 10/07/2024
(Foto: Reprodução)
Crime aconteceu no bairro de Castelo Branco. Família acusa Polícia Militar e corporação diz que houve troca de tiros. Um funcionário terceirizado da Embasa foi morto com um tiro nas costas no bairro de castelo Branco, em Salvador, na terça-feira (9). A família acusa a Polícia Militar de matar a vítima, enquanto a corporação afirma que houve troca de tiros. 📱 NOTÍCIAS: entre na comunidade do g1BA no WhatsApp A vítima foi identificada como Welson Figueiredo Macedo, de 28 anos. A família contou que ele voltava do trabalho de moto e passou no bairro do Castelo Branco para deixar um amigo. Vítima foi atingida com um tiro nas costas em Salvador Redes sociais LEIA TAMBÉM Mãe e filha são investigadas por suspeita de tráfico em Salvador; mulheres tinham empresa de fachada para transportar drogas Dupla armada aborda e rouba carro de alunas em estacionamento de campus da Ufba Depois de deixar o colega, Welson seguiu para o bairro de Fazenda Grande 2, onde morava com a esposa e o filho de oito anos. No percurso, policiais que estavam em uma viatura o teriam confundido com um suspeito. Em nota, a Polícia Militar informou que fazia rondas quando os agentes viram três suspeitos, que estavam de moto, assaltar um casal. Com a aproximação dos policiais, eles atiraram contra a viatura e fugiram. Momentos depois, a PM recebeu denúncias que eles estavam no fim de linha do bairro. Houve troca de tiros e um dos suspeitos foi encontrado ferido. O suposto assaltante baleado era Welson. Após ser baleado, ele foi levado para o Hospital Eládio Lasserre, onde morreu durante uma cirurgia. "O médico que o atendeu nos contou que eles conversaram e meu filho pediu: 'não me deixa morrer'", contou o pai de Welson, Elienson Macedo. Vítima deixou filho de oito anos Redes sociais De acordo com a Polícia Civil, uma arma foi encontrada com a vítima. A informação é contestada pelo pai de Welson, que afirma que o filho nunca se envolveu com a criminalidade. "Ele nunca se envolveu com nada, ele nunca teve nem canivete. Ia só de casa para o trabalho, do trabalho para casa", disse. A vítima era de Ipirá, a cerca de 200 km de Salvador, mas morava na capital baiana há anos. Ele trabalhava há 12 anos na terceirizada da Embasa. Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻

FONTE: https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2024/07/10/baleado-salvador.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes